Sábado, 26 de Maio de 2007

PARA TI BEATRIZ

Teu nome é BEATRIZ

 

 

Não tens nome

Mas nos meus poemas

Chamo-te MINHA FLOR

 

Não tens nome

Mas nos meus sonhos

Vejo-te sempre com o brilho

                        duma estrela

Nasceste!

 

 O teu nome é

BEATRIZ

 

Mas o teu nome

Com a ternura da avó

Será sempre

MEU AMOR

 

vóvó

Amália LOPES

13/06/2003

 

publicado por petalasdemim às 02:13

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

ROSA DE LUAR

 

ROSA DE LUAR

 

 Inesperadamente

Sonhei!!!!

Na lua, revolta de saudade.

Bebi PAZ e dancei ao sol.

Queimando os meus olhos, só te vi a ti...

Olhando-te!!!

 

Repentinamente

Chorei

Sem lágrimas.

Na lua, busquei luz

Apertei a tua mão...e a nuvem passou.

 

Devagar, busquei o nada

Escondendo as esquinas do meu corpo.

 

Delirantemente

A bailarina à sombra dos dias

Dançou

E

Encontrei a rosa...

Com pingos de ternura...

 

Amália LOPES

publicado por petalasdemim às 01:40

link do post | comentar | favorito

HOMENAGEM A MEUS DIVINOS PAIS

 

SONS DE VIOLINO E PIANO

 

 

O tempo ficou suspenso naquele abraço

Eterno.

Que jamais se chega a desfazer ao longo

dos anos.

Numa mistura de silêncios,

ouvem-se cantos sobre o lago.

E as flores

como seu cheiro de ternura

Dão côr a uma paisagem de aromas.

Onde

Se respira a saudade.

Longe,

mas perto, junta-se uma suave melodia,

Acordes dum piano

Tocado e inspirado por mãos de fada.

Mâos suaves e divinas duma

Nobre Dama.

Uma fada com mãos de oiro,

Olhar dum imenso espelho de estrelas

Coração sagrado e puro.

Palavras sublimes de sabedoria.

Junto, sentado,

  acompanhando-a,

um cavalheiro

Nobre cavalheiro, de olhar sonhador,

Mãos de veludo, tocando seu violino,

Onde a nitidez da paixão

se sente

Nos sons de cristal..

Com todo o respeito, deposito no

Alto do Céu

Um ramo de lirios brancos.

Em cada folha rolam lágrimas

de saudade.

Para ti NOBRE DAMA.

Para ti DIVINA MÃE!!

Para ti CAVALHEIRO SONHADOR.

Para ti MEU ADORADO PAI!!

 

 

Amália LOPES

 PURA HOMENAGEM A MEUS DIVINOS PAIS

 

publicado por petalasdemim às 01:32

link do post | comentar | favorito

PENSAMENTOS

"Onde quer que se
encontre, lança sempre tuas
sementes de
amor. São nos solos
mais fétidos
que nascem as flores mais perfumadas".
Geremias Estevão
publicado por petalasdemim às 00:29

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Maio de 2007

PENSAMENTOS

A Pintura é uma poesia que se vê
e não se sente, e a poesia é uma pintura
que se sente e não se vê".
Leonardo Da Vinci
publicado por petalasdemim às 23:58

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Maio de 2007

VELA VERMELHA

VELA   VERMELHA

 

A nudez das palavras

te assusta.

A minha liberdade fechou a tua prepotência.

Resta um mistério dolorido, e o

meu corpo dessarumado.

Mas, no fascínio deste tango que

não dançámos, ouvirás os acordes duma paixão

soltando-se na noite dos infieis.

Serei eu a DEUSA a descansar

na folhagem da tua sombra, e nos teus

abraços vazios de paixão.

 

E no florir de mais um dia, passo por ti

sem te olhar, e dos teus olhos cairá uma lágrima

que vai chorar por dentro dessa pele ressequida

da tua existência mal amada.

 

Os gestos vazios de sentindo serão a

companhia nas tuas noites nos lençóis brancos

e das paredes que falam da

 minha nudez.

Não te conheço mais no espelho da minha

imagem, não sinto mais o ritual dum orgasmo sem nome...

 

Apaga a vela vermelha, o filme acabou...

 

Amália LOPES

 

 

 

publicado por petalasdemim às 23:48

link do post | comentar | favorito
Domingo, 20 de Maio de 2007

FLORBELA ESPANCA

 

 

DIZ-ME

Diz-me onde ele está o meu amor

onde o vosso luar o vai beijar

onde as vossas estrelas com fulgor.

Do seu brilho de fogo o vão cobrir...

Diz-me onde ele está...Talvez a olhar

A mesma noite linda a refulgir...

#######

MISTÉRIO D AMOR

Porque foi que somente nessa tarde

nos olhámos assim tão docemente

Num grande olhar de amor e de saudade...

Florbela Espanca

publicado por petalasdemim às 22:27

link do post | comentar | favorito

ADORMECE DENTRO DE MIM

 

 

ADORMECE DENTRO DE MIM

 

 

Na ausência da tua sombra

vejo na lua

O teu silêncio inquieto.

É um cenário num bailado de

fantasias e sons

onde as pétalas

Se

desprendem e aquecem

o ar com o cheiro

da saudade...

Esta ferida vai-se alimentando do nada

e a minha voz grita num deserto

de trevas infinitas

à sombra

das labaredas

dum desejo.

Este é o meu poema para ti

Guarda-o no teu

olhar.

Fecho as cortinas do

Silêncio

E beijo-te demoradamente

enquanto a noite...adormece

dentro de mim...

 

 

Amália LOPES

 

 

publicado por petalasdemim às 21:40

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 18 de Maio de 2007

PENSAMENTOS

Ser poeta é querer que todas
As dores do mundo sejam
Curadas

com o carinho das palavras.

 

 


publicado por petalasdemim às 23:52

link do post | comentar | favorito

PENSAMENTOS

O tempo é algo que não Volta atrás...
Por isso... Plante seu jardim, decore sua alma,
Ao invés de esperar que alguém lhe traga flores...
 
William Shakespeare
publicado por petalasdemim às 16:12

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 11 de Maio de 2007

MULHERES

MULHERES
Pablo Neruda
 
 
Elas sorriem quando querem gritar.
Elas cantam quando querem chorar.
Elas choram quando estão felizes.
E riem quando estão nervosas.

 Elas brigam por aquilo que acreditam.
Elas levantam-se para injustiça.
Elas não levam "não" como resposta quando
acreditam que existe melhor solução.
 
Elas andam sem novos sapatos para
suas crianças poder tê-los.
Elas vão ao médico com uma amiga assustada.
Elas amam incondicionalmente.

Elas choram quando suas crianças adoecem e
se alegram quando suas crianças ganham prêmios.
Elas ficam contentes quando ouvem sobre
um aniversário ou um novo casamento.
 
* * *
publicado por petalasdemim às 14:40

link do post | comentar | favorito

CANTA CORAÇÃO

Canta coração
Que esta alma necessita de ilusão
Sonha coração
Não te enchas de amargura
Esse coração
Não consegue se conter ao ouvir tua voz
Pobre coração
Sempre escravo da ternura

publicado por petalasdemim às 09:17

link do post | comentar | favorito

O AMOR

O amor
por vezes tão perto e tão distante de nós.
 
Falamos que sempre estamos rodeados de amor ,
 mas ora ou outra nos sentimos tão sós,
e tão sem amor.
 
Em algum tempo achamos que nao merecemos tanta felicidade
Outras que somos a pessoa mais imfeliz...
De alguem semeando o AMOR!!!!!
publicado por petalasdemim às 09:13

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 10 de Maio de 2007

TU VIESTE...BEIJEI

TU  VIESTE...BEIJEI

 

Na manhã dos teus abraços

Tu vieste... sonhei.

Na madrugada dos teus beijos

sinto a força do teu sorriso

Tu vieste...beijei.

Ouvi violinos sonhadores.

O piano tocou...deusa nua.

Escrevi um poema bailando

dentro das estrelas.

Corpo mágico...com nome divino.

A tua pele renasce dentro de mim.

Silêncio...pétala perfumada

Amor entre lençõis escorregando de cetim.

Olhos quietos...mãos essência da alma.

És

Esperança ao pôr-do-sol

Revestida de quimeras...loucura de pele

Vem!!!!

Traz o aroma dos teus olhos.

E a rosa que eu nunca vi...

 

Amália LOPES

 

 

publicado por petalasdemim às 22:21

link do post | comentar | favorito

TEMPO AMARROTADO

TEMPO AMARROTADO

 

 Uma tela, um olhar, um beijo

Uma flor.

Li os teus sonhos que guardei debaixo

da minha almofada.

 

Sonhei contigo!

Pele macia, perfume de jasmim.

Olhar de luar, mãos que perfumam o meu peito

amarrotado pela solidão.

 

Sonhei contigo!

Na rosa suada com ternuras de

amantes, onde

aconchego os meus Poemas e Sonhos.

E,

nos arabescos dos teus dedos

ouço violinos sonhando nos riachos do teu corpo.

 

Sonhei contigo!

Na lágrima eterna, que limpo em

madrugadas de linho e farrapos de

Ilusão.

 

Sonhei contigo!

Amando os gestos num oceano

de palavras perpetuas, duma alegria

Sem côr.

 

Não vou voltar a sonhar...contigo...

 

Amália LOPES

 

publicado por petalasdemim às 22:13

link do post | comentar | favorito

TANGO

 

 

 

 TANGO

 

Neste tango de palavras

vou tangueando

as emoções desta ternura escorrendo-me

pelos olhos...

Aconchego esta paixão, e a tua voz

me faz prisioneira de algo

desvendado

dentro de mim.

O mistério do amor , está escrito em

púrpura divina nos suspiros

dum beijo.

Mágico fruto

desnudado neste universo

harmonioso dum corpo sem nome...mas

Sempre nú...

 

 

Amália LOPES

 

 

publicado por petalasdemim às 22:06

link do post | comentar | favorito

BORBOLETAS DUM SONHO LINDO...

 

E...A BORBOLETA ENTROU PELA JANELA...e eu a beijei...NUM SONHO !!!

publicado por petalasdemim às 11:02

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 9 de Maio de 2007

O IMPERIAL E VAIDOSO CISNE

 

LINDO E ONDULANTE

publicado por petalasdemim às 19:39

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

VIVER BEM COM OS OUTROS

Os Dez Mandamentos de Como Viver Bem Com os Outros
(Marcelo Leandro Prudêncio
I - Tenha controle de sua língua. Sempre diga menos do que pensa. Cultive uma voz baixa e suave. A maneira como se fala muitas vezes impressiona muito mais do que aquilo que se fala.

II - Pense antes de fazer uma promessa e depois não dê importância ao quanto lhe custa.

III - Nunca deixe passar uma oportunidade para dizer uma coisa meiga e animadora a uma pessoa ou a respeito dela.

IV - Tenha interesse nos outros, em suas ocupações, seu bem-estar, seus lares e famílias. Seja alegre com os que riem e lamente com os que choram.  Deixe cada pessoa com quem encontra, sentir que você lhe dispensa importância e atenção.

V - Seja alegre. Conserve para cima os cantos da boca. Esconda as suas dores, deus desapontamentos e inquietações sob um sorriso. Ria de histórias boas e aprenda a contá-las.

 

 VI - Conserve a mente aberta para todas as questões da discussão. Investigue, mas não argumente. É marca de ser superior... discordar e ainda conservar a amizade.

VII - Deixa as suas virtudes falarem por si mesmo e recuse a falar das faltas e fraquezas dos outros. Desencoraje murmúrios. Faça uma regra de falar coisas boas aos outros.

VIII - Tenha cuidado com os sentimentos dos outros. Gracejos e humor não valem a pena e freqüentemente magoam quando menos se espera. 

                                                                                                           

IX - Não faça caso das observações más a seu respeito. Só viva de modo que ninguém acredite nelas. Nervosismo e indigestão são causas comuns para maledicência.

X - Não seja tão ansioso a respeito de seus direitos. Trabalhe, tenha paciência, conserve seu temperamento calmo, esqueça de si mesmo e receberá a sua recompensa.

                                                              

 

 

 


 
 

 




 
 

 

 




 





publicado por petalasdemim às 18:21

link do post | comentar | favorito

VIVA MELHOR E SEMPRE COM UM SORRISO

Viva  Melhor
(Benjamin Franklin)
 
Faça como os passarinhos: comece o dia cantando.
A música é alimento para o espírito.
Se insistir em não cantar,
ao menos ouça muita música e deixe-se absorver por ela.
Ria da vida, ria de você mesmo.
Ria das coisas boas que lhe acontece,
 ria das besteiras que você já fez.
 
O bom humor, assim como o mau humor é contagiante.
Qual deles você escolhe?
Se você estiver bem humorado,
as pessoas ao seu redor também ficarão,
e isso lhe dará mais força.
 
Agradeça a Deus o que você tem
e você sempre terá mais do que precisa.
Não tente, faça, você pode!
 
Perca tempo escolhendo um amigo,
mas perca ainda mais, quando tiver que trocá-lo.
 achei lindo e aqui está para os amigos lerem...
 
publicado por petalasdemim às 16:28

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 8 de Maio de 2007

BAILADO

BAILADO

 

Vestindo sedas, rendas e cetim

da cor da ternura.

Numa dança sensual no enlevo da brisa

Ultrapassando os limites

Do espaço luzidio azulado.

Caricias

Ilusões

Bailados

Profecias eternas

Enlaçe de paixão.

Inesqueciveis!!!

Amores sensuais

Sonhos reais...

Glamour

nas mãos deslizando meu ventre

Quente de prazer

E

Soltando sinais

Deste eterno AMOR...

Na ternura...dum só beijo...

 

 

Amália LOPES

 

publicado por petalasdemim às 01:12

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

ONTEM MEU AMOR

 

 ONTEM MEU AMOR

 

Ontem,

Apeteceu-me abraçar a noite

na esperança de te encontrar.

As estrelas falam de ti.

Ouvi,

a tua voz cheia de ternura...

Mas,

O silêncio de novo.

Um silêncio cheio de nenufares.

Num lago

ali, perto e longe.

No nosso mundo quadrado,

os sonhos.

O beijo roubado.

As mãos falando uma linguagem de palavras

Soltas.

Ternas

Sentidas

Doces

Reconfortantes.

O teu sorriso, completo e calmo.

Uma mistura entre o sonho e a realidade.

Esta é uma maneira de te falar

no silêncio das palavras.

Um silêncio feito poema

O meu poema...

 

Amália LOPES

publicado por petalasdemim às 00:08

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 7 de Maio de 2007

FALAR DE AMOR

FALAR DE AMOR

 

Falar do nosso amor é ficar

Numa forma de silêncio.

 

É aquecer a minha alma com

o teu olhar.

 

È um abrigo feito de flores onde as

melodias da paixão têm o sabor da

eternidade.

 

É sentir um desalinho de sentimentos

bem junto dum coração, sofucado

pla saudade.

 

É dizer-te palavras divinas que não

consegues decifrar

a palavra

que o teu corpo aquece.

 

É construir um poema e descobrir

um  amor infinito, nas

palavras utilizadas, só

para te dizer

quanto de amo.

 

É um tempo de incertezas, onde

nenhuma verdade é sagrada e onde

as tuas palavras são uma angustia

desnudada, com o sabor da fantasia desvairada,

num tempo igual a ontem, e que

me faz sonhar de saudade.

 

É o meu jeito de amar, amando-te, na

embriaguez das palavras soltas, e num

ritual deste tempo do infinito.

Amar...Amando-te...

 

Amália LOPES

 

 

 

 

 

publicado por petalasdemim às 23:40

link do post | comentar | favorito

ECO TRISTE DAS PALAVRAS

 

ECO  TRISTE  DAS  PALAVRAS

 

 Hoje estou cansada!!

Dos meus abraços vasios de amor

Cansada da nudez da minha pele.

Das palavras sem resposta

Do eco triste das injustiças

Do peso da solidão

Cansada da saudade, de sentir este abandono

das minhas mãos apertadas, de tristes ilusões.

Da sombra de dias perdidos.

Da desordem do meu coração

desencontrado do teu.

Dos amores que não amei

De ti...que não beijei...

Hoje, só quero...uma rosa perfumada

no meu peito...

 

Amália LOPES

 

publicado por petalasdemim às 23:18

link do post | comentar | favorito

DANÇA SENSUAL

DANÇA   SENSUAL

 

 Perdem-se gestos carregados de sonhos

perdem-se jardins floridos de esperanças.

E, na dor da solidão, consumimos

esta paixão atapetada de momentos

e de pétalas orvalhadas,

dum rio

correndo nas nascentes

dos segredos da alma.

 

Nesta inesgotável dança sensual

sinto a secura dum corpo que viveu

uma saudade indiferente

ao tempo

e ao apelo do coração...

 

 

Amália LOPES

publicado por petalasdemim às 23:16

link do post | comentar | favorito

CORAÇÃO DESORIENTADO

 

CORAÇÃO   DESORIENTADO

 

 

Esse olhar

da côr da angustia, como se

escrevesse nele um mapa do silêncio

que nos separa.

Esse olhar faminto e com afagos

Imcompletos de saudade.

Tudo é impossivel ao sabor do teu

coração desorientado.

 

Essa paisagem de aromas, do teu sorriso

que me segue em segredo,

e tão só.

 

O som das tuas lágrimas

na manhã lentamente,

é um guia e um caminho onde é dificil

falar de amor.

Senti o delirio das ondas

desse mar revolto

onde à noite, me perco, nesse prazer dolorido

Do teu corpo percorrendo o meu.

Numa ruptura com nome divino.

Simplesmente emoção...

 

 

Amália LOPES

publicado por petalasdemim às 23:06

link do post | comentar | favorito

COLHENDO ROSAS NA TUA NUDEZ

COLHENDO  ROSAS  NA  TUA  NUDEZ

 

Neste silêncio

parado, vou

colhendo  palavras que ferem

momentos de beijos sonhados

num quarto deserto.

Não sei,

Porque o coração se agita

quando penso o teu nome e oiço o eco

dos teus beijos.  

Sinto o vento

acariciando a folhagem dos teus olhos.

Não sei,

Porque ilusões, miragens, saudades,

buscam uma sinfonia perfeita no som

da tua voz.

Não sei,

porque não encontro a tua pele

feita de fantasias e regatos dum rio onde

viajam teus beijos e o amanhecer duma

pétala abrindo numa rosa branca.

Procuro-te sim,

mas sinto-me perdida

num caminho de estrelas

sempre e só, sentindo-me ausente de ti, e

dos abraços nas quimeras das madrugadas.

Ausente, na minha nudez

sobre a cama, onde descobri os teus dedos

e o amor infinito...

 

 

Amália LOPES

 

 

 

 

 

publicado por petalasdemim às 22:54

link do post | comentar | favorito

PARA UM POETA

Para vc,  poeta!
 
Difícil falar com um  poeta...
Acho até que o poeta
não é um simples mortal.
Mesmo que a gente queira falar o que o "bronze"tá sentindo, contar sobre suas emoções...suas alegrias...suas tristezas... seus sonhos... seus anseios.
Juntar letras  e formar sentimento é difícil para quem não é poeta. 
Para vc, poeta, é fácil!
Vc brinca com as  palavras, com as frases, com o enredo e tudo se transforma em  poema. Vc sonha  sonhos mais lindos porque o seu mundo é outro...
A ilusão que suas palavras desenham
são sempre motivos de elogios e mesmo que tristes, sempre haverá alguém para  dizer: que belo poema!  Basta estalar os dedos e até a tristeza se transforma em aplausos.
É, poeta! Para entender vc, só mesmo sendo poeta!
E para amar um poeta é preciso ser muito especial, ou então ser tb um poeta.
Como sou apenas uma simples mortal... 
faço o que sei e gosto: vivo para a canção!
Boa noite, poeta!
Faça versos..faça muitos..
enquanto eu canto pra vc.
Lye.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
publicado por petalasdemim às 00:39

link do post | comentar | favorito
Domingo, 6 de Maio de 2007

PAZ E AMOR

 

 

 

Ama, sem aguardar resposta

 

 

A máxima lição da vida é o amor.

 

Quanto mais amares

menos serás atingido pelas farpas do mal,

pois que a tua compreensão dilatada

abrirá os espaços à vida,

colhendo somente os efeitos da PAZ...

Do livro: "Vida Feliz"

 

publicado por petalasdemim às 22:16

link do post | comentar | favorito

UM CARINHO

 

UM CARINHO PARA TODAS AS MÃES

publicado por petalasdemim às 01:13

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.links

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PAIXÃO NA PONTA DOS DEDOS...

. HÁ SEMPRE UMA ROSA NO NOS...

. HÁ PAZ NO TEU SORRISO...

. SÃO A ETERNA TERNURINHA.....

. meus bichaninhos amados

. ...

. LINDINHOOOOOOOOO

. MOMENTOS PARA ESQUECER OU...

. A BORBOLETA E A FLOR...

. UM BEIJO DENTRO DE MIM

. PARA SI MÃE AMADA

. MINHA MÃE

. SAUDADE DE ALGUEM...

. POESIA EM FLOR

. O CHAPEU DA SOFIA

. DIAS DE AMOR

. NÃO ADIANTA LAMENTAÇÕES.....

. POEMA MEIAS PRETAS

. A PARAGEM DOS AMANTES

. SONHOS...APENAS ISSO !!!!...

.arquivos

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.links

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds